sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Parti

O incômodo não é você estar sozinho, pois, de certa maneira, eu também estou. O incômodo, é que dessa vez você admitiu querer estar comigo. Porém, você passou a acreditar nisso quando voltei a ser feliz e vi que você não acrescentava nada em minha vida. 
Chorei noites inteiras por sua causa, mandava mensagens, mas você estava ocupado demais, hoje recebo de você, mas também encontro-me ocupada. Sei o quanto é desagradável ser ignorado, afinal, você fazia a mesma coisa comigo. 
Muitas pessoas te avisaram que eu cansaria de ser tratada assim, mas você preferiu fingir que não era contigo. Foi um erro, você deveria ter feito alguma coisa enquanto tinha tempo, porque agora seria irônico. Você sabe que eu parti por um erro seu, na verdade, inúmeros erros, e te perdoei de todos, enfrentei coisas que muitas não suportariam, mas todos tem um limite, e você o atingiu, não aguentaria mais fingir que nada estava acontecendo. Eu tinha que fazer alguma coisa, e fiz. Partir foi a única solução cabível. 
Ás vezes me questiono porque você me deixou partir, você poderia ter sido tudo em minha vida, mas preferiu curtir suas noites e ser solteiro, terminou essa história sozinho, enquanto eu acabei me reencontrando e vivendo a felicidade que você nunca foi capaz de me proporcionar. 

Um comentário:

  1. Me identifiquei muito com esse texto ������
    Sou apaixonada por todos os seus textos. ������

    ResponderExcluir