quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Ela e o amor

Ela conheceu alguém, e depositou todas as esperanças nele. Criou diversas expectativas, parava alguns minutos do seu dia só para imaginar diversos diálogos e momentos com ele, a melhor parte do seu dia era vê-lo, e chegava a sentir falta se isso não acontecesse.
Eles ficaram algumas vezes, ela ficava cada vez mais dependente dele, vivia sorrindo para o nada, e esperava ansiosamente o momento de se reencontrarem. Mas, esse momento não chegou.
Ela, não sabia ao certo o que fazer, se correria ou não atrás dele. Decidiu ir atrás, e tudo o que recebeu foram palavras frias, e como era sensível, só o esperou virar para se desmanchar em lágrimas. Para ela, o mundo havia acabado, mas, na verdade, era apenas mais um coração partido no mundo.
Ela perdeu o brilho do olhar e o sorriso lindo que ele tanto elogiava, não sentia mais vontade de se arrumar, mal se olhava no espelho, acreditava que nunca mais atrairia a atenção de outra pessoa, mas, mesmo assim, implorava todos os dias ao universo por um alguém que à amasse.
Após perder muito tempo reclamando até da sua existência, ela olhou em sua volta e viu todas as coisas que a rodeava, percebeu que havia mais motivos para agradecer do que reclamar, e encontrou o amor que realmente vale à pena - o próprio.

E ela mal sabia que,o amor próprio é apenas a porta para os outros amores...

6 comentários:

  1. Boa Noitee, lembra do seu fã n°1 ?! Ele não ta esquecido de vc não, só o tempo q ta passando muito rápido e ele anda cheio de coisas pra fazer nesse curto período, mas saiba que não te esqueci e como sempre que adoro seus textos, sempre muito sinceros e que no fim tocam naquela partezinha da alma, q chega até a dar uma leve pontada, obrigado pelo ilustre prazer de ler mais um texto de sua autoria. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, como eu esqueceria do meu fã especial? Impossível. Sei muito bem como é, somos todos vítimas do tempo. E esse é o meu objetivo mesmo, passar os sentimentos que aqui habitam para o papel. Fico realizada ao saber que existem pessoas como você, tão sensíveis e capazes de senti-los da forma que expresso. Obrigada pelo prazer de responder esse ilustre comentário. Beijos!

      Excluir
  2. Ei dona Bruna, quem te autorizou a ler minha mente? É incrível, parece até que você vigia o que se passa no meu coração, adorei. 💕💕👏🏼👏🏼

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dona Ayala, fico feliz em saber que você gosta dos meus textos e que se identificou comigo, esse é sempre o meu objetivo. Beijos da sua popcorn!

      Excluir
  3. Oi Bruna, visitando seu blog pela primeira vez e lendo compulsoriamente um texto após o outro. Deve ser pq vc escreve de um jeito sincero e profundo. Fico muito feliz de saber que seu dom de tranpor sentimentos em palavras está sendo bem usado. Mais um que chegou pro fã clube!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou encantada com os seus comentários, são excelentes. Você é um ótimo crítico literário. São comentários como os seus que me dão forças de lutar por esse meu sonho chamado escrita. Muito obrigada, de coração.

      Excluir