sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Sobre dores

Eu sei que já se passaram alguns anos e muita coisa mudou. Eu mudei. Tudo estava perfeitamente bem, mas, quando eu pensei que a dor havia saído para nunca mais voltar, ela voltou, como se estivesse apenas de férias em outro peito, voltou para o meu, a sua residência. Bastou uma maldita foto para que, o meu coração remendado caísse em pedaços mais uma vez.
Eu sei que já deveria ter esquecido, mas essa dor não é um simples arquivo que se deleta em um computador, muitos podem falar que sou idiota em ficar remexendo em dores passadas. Mas falar é fácil, quero ver conviver com essa dor dentro do peito. Por isso não comento com ninguém, prefiro escrever, porque pelo menos essa caneta não vai dar palpites inúteis.
Porque as pessoas insistem em palpitar, é fácil demais dar opinião nas dores alheias, se colocar em meu lugar e sentir tudo isso ninguém faz, nenhuma pessoa sabe a dor da outra, cada uma é responsável pela sua própria dor. Cansei de falar ás pessoas que aqui ainda está tudo dolorido, elas acreditam que estou bem. Mas eu estava. Mas, uma coisa que precisamos aprender é que, nenhum sentimento morre totalmente, ele apenas diminui de tamanho ou vai tirar férias em outro peito.

2 comentários:

  1. Todos nós mudamos e eu sinceramente sempre espero que as mudanças venham para nos melhorar e melhorar os que estão ao nosso lado !
    beijos,
    Adri e Claudinha
    http://www.unhasebocas.blogspot.com.br
    Instagram : @blogunhasebocas
    https://www.facebook.com/pages/Unhasbocas/477832645611169?fref=ts

    ResponderExcluir
  2. Gostei das suas palavras!
    Bjs
    janamakesesmaltesecia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir