quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Conto: (Re)encontro


Estava em um local escuro e irreconhecível, uma sensação estranha tomou conta do meu corpo, olhava aos lados, e não encontrava uma saída, apressadamente fechei os olhos, senti um frio na espinha, eu não estava sozinha, abri os olhos lentamente, temendo o que poderia ser, tomei coragem e abri os olhos, ninguém estava em minha frente, mas eu podia sentir uma presença atrás de mim, e olhei fixamente sem acreditar quem estava a poucos centímetros do meu corpo.
  Ele estava mais bonito do que antes; quanto mais eu penso que ele chegou na perfeição, sou surpreendida. Olhei fixamente para ele, sua pele pálida brilhava na escuridão, ele estava sem camisa, exibindo forte peitoral, seu cabelo negro em extrema perfeição, estava descalço e vestia apenas uma calça jeans de cintura baixa exibindo seu corpo que estava totalmente definido, diferente da última vez que o vira.
 Um sorriso se abriu em seu rosto - o meu sorriso favorito entre todos os sorrisos do mundo - eu retribui, lentamente ele se se aproximou de mim, me puxou pela cintura, e pela primeira vez, me beijou, eu podia sentir seu cheiro se misturando com o meu, então ele pressionou seu corpo contra o meu com mais força, e, a minha única vontade era que tudo aquilo se eternizasse.

2 comentários:

  1. Que lindo Bruna. Amei o conto. Acho que isso deve ter acontecido com todos nós, se ainda não aconteceu vai acontecer. Tem certos momentos que desejamos a eternidade, mas depois acabamos esquecendo. Hahaa.

    Estou seguindo seu blog, beijos.

    http://www.nahboa.com/

    ResponderExcluir
  2. Que texto lindo!
    Beijos | www.doseujeito.tk

    ResponderExcluir