sábado, 23 de novembro de 2013

Mudei

 Mudei bastante. Mas, eu queria saber se mudei para melhor, ou para pior. Já fui bastante sensível, a ponto de chorar com filmes e novelas, acreditar que os finais felizes de livros aconteceriam comigo, que o mocinho bonito iria se apaixonar por mim, mas o tempo passou e aprendi que tudo aquilo era ilusão, que nunca iria acontecer comigo, era pura fantasia da minha cabeça. 
 Mas de um tempo para cá, tudo está diferente, ignoro cenas românticas de filme e novela, é tudo artificial, não acredito mais em nada, não acredito mais no amor, se algum garoto diz "eu te amo" para mim, é difícil acreditar, não me apego mais a ninguém, bem lá no fundo, essa minha insensibilidade é medo de me decepcionar. 
 Já ouvi "eu te amo" da boca para fora, já me decepcionei com pessoas que jamais pensei em me decepcionar, já me apaixonei por um garoto que me humilhava bastante, pessoas que eu gosto, já sofreram bastante por amor, já acreditei que o final daquele livro da Paula Pimenta iria acontecer comigo, mas não aconteceu, não vai acontecer. Essas coisas só acontecem com garotas de rostinho bonito, e, sinceramente, todo mundo sabe que eu não sou essa garotinha do rosto bonito, essas histórias de amor, ficaram para elas, não é coisa para mim, nunca foi. 
 Não sei como uma pessoa muda assim, rapidamente, totalmente, uma garota totalmente iludida hoje é aquela que se joga na balada e não liga mais para garotos, para amor e coisas do tipo, a garota que não se arruma para aquele garoto, e sim para estar bem consigo mesmo, a garota que aprendeu a se amar primeiro em vez de amar um garoto qualquer, a garota que apesar de todas ilusões não desce do salto e sorri.