sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Resenha: Amanhecer parte 2

 Finalmente assisti Amanhecer parte 2, o filme que eu espero desde o dia 15.12.2012, quando assisti a parte 1. Eu esperei ansiosamente cada dia, reli o livros umas vinte vezes até que chegou o esperado dia. O dia em que eu iria assistir o melhor filme da saga, o último da saga, mas que para mim, é apenas um início da eternidade. Eu quero assistir à saga inteira milhares de vezes até ficar velhinha, assisti com o amor da minha vida, com meus filhos, com meus netos, meus filhos e netos lerão Crepúsculo. Acompanho a saga desde o início, lembro que tudo começou quando eu tinha apenas 10 anos, via as meninas do Ensino Médio lerem, e então eu falei pro meu pai que eu queria ler "Crespulo", ele riu, e me disse "Não é Crespulo não, Bruna, é Crepúsculo", acredito que ele nem se lembre disso, mas foi ai que essa minha paixão teve início. Ele comprou o livro para mim, e eu devorei rapidamente, e assim aconteceu com todos os livros da saga, cada filme para mim era uma emoção e tanta. 
A saga Crepúsculo marcou minha infância, minha pré adolescência e o início da minha adolescência que é esta fase que estou passando (embora eu ainda me considere uma eterna criança). Ontem não foi diferente, acordei cedo, vesti uma das minhas roupas favoritas e fui para Feira de Santana assistir, fiquei muito ansiosa pro cinema abrir, quando abriu, comprei logo o ingresso, por um lado eu estava triste, enfim, era o último por outro lado muito feliz, pois, como eu disse no parágrafo acima: É apenas o início da eternidade. 
Entrei na sala com um aperto no coração, com frio na barriga, e parece que aquela sala não iria escurecer nunca, para o melhor filme da minha vida começar, os traillers pareciam que não iriam mais acabar, devorei a pipoca em um piscar de olhos, as pessoas ao meu redor riam, conversavam, mas eu não desgrudava meu olhar da tela, muito menos desviava minha atenção para ouvir coisas fúteis. Quando finalmente o filme começou, valeu a espera, o filme é realmente como eu esperei todo esse tempo, me emocionei com todas as cenas, me emocionei em saber que cresci assistindo tudo aquilo. Foram os melhores 115 minutos da minha vida, assistirei novamente esse filmes várias vezes, até eu ficar velhinha, com a pele encolhida, de Janeiro à Janeiro, até o mundo se acabar. Valeu à pena cada sorriso, cada lágrima, cada suspiro por Jacob, valeu a pena tudo, todos esses momentos estão eternizados em minha memória. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário