sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Resenha: Cartas para Julieta


Dirigido por Gary Winick, Cartas para Julieta (E se você tivesse uma segunda chance para encontrar seu verdadeiro amor?), escrito por José Rivea e Tim Sallivam. O diretor, Gary Winick, nascido em 31 de Março de 1961, e faleceu em 27 de Fevereiro de 2011 foi um cineasta e produtor norte-americano que dirigiu filmes como “Tadpole”, “13 going 30” e “Cartas para Julieta”. Cartas para Julieta conta a história de Sophie, que viaja com seu noivo, o Victor, para Verona, palco da história clássica de Romeu e Julieta, para uma lua de mel antes do casamento, só que Victor, está mais interessado com os preparativos para o seu futuro restaurante.
Enquanto Sophie se distrai com um grupo de mulheres que responde cartas endereçadas a Julieta, procurando conselhos amorosos. Enquanto ela ajuda esse grupo, ela encontra uma carta escrita à 50 anos atrás, de uma senhora, a Claire. Então, ela resolve responder essa carta e começa a viver uma série de aventuras. A obra retrata que nunca é tarde demais para se encontrar o verdadeiro amor, mesmo sendo um pouco clichê, a história é linda e serve de incentiva ás pessoas não desistirem nunca do amor.
Filme romântico e objetivo, com a faixa indicativa não recomendável para menores de 14 anos, como todos os outros filmes, possuem seus aspectos negativos e positivos. Um dos seus pontos positivos são as lindas paisagens da Verona, que só de assistir, dá uma enorme vontade de largar tudo e viajar para um lugar tão encantador, um lugar tão romântico, perfeito para fotografar e curtir à dois;  as cenas de amor também são muito encantadoras, pode ser até clichê, porém, gosto muito de filmes românticos e “melosos”. Os aspectos negativos, são,  algumas cenas serem muitos descritas, e, por meio dessas cenas eu pude captar o final do filme, e isso perde a graça, realmente.
Enfim, apesar de todas esses aspectos, e por ser um tanto clichê, eu gostei muito, a história é realmente bem escrita, e acho que qualquer pessoa adoraria viver um das duas histórias de amor que o filme conta,  recomendo á pessoas de todas as idades e principalmente aqueles apreciadores de um bom romance.
Referência: Gary Winick. Cartas para Julieta. 105 min. 2010.
(Minha professora de Redação passou para minha turma esse filme, e nos orientou a fazer essa resenha, e uma referência, porém não sei se a referência está correta, só saberei quando ela corrigir, Bom feriado à todos, um abraço.)

2 comentários:

  1. No inicio achei que era chato sempre negócio de Julieta e bla bla bla..., mas quando assisti percebi que era uma coisa bem diferente do que eu pensava! Lindo Filme.
    Seu anônimo fã Nº 1

    ResponderExcluir
  2. Haa esqueci de falar : AMEI O NOVO TEMA DO BLOG.
    Seu anônimo fã Nº 1

    ResponderExcluir