quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Falta você

 Noite passada eu chorei de saudades suas, a cada dia que passa, estou morrendo por dentro, mas ninguém nunca percebe. Faço tudo para que esse buraco enorme no meu peito seja preenchido, mas nada nem ninguém consegue preencher esse espaço da falta que tu me faz. Penso que o tempo vai curar esta dor, mas perco minha paciência, e sempre acabo chorando. Choro por tua falta, choro por querer ver você sorrir e não poder. Choro por querer sentir o calor dos seus braços, e não poder. Choro por desejar olhar nos seus olhos. Meu coração está ferido. Olho pro céu, vejo a lua, mesmo ela estando linda, motivos para sorrir, procuro, mas não encontro. E com todas essas coisas, com todo esse sofrimento, sei que nada vai me adiantar, porque nada vai trazer você para mim. Olho pro lado, e você não está lá.
Quando estou sorrindo com os meus amigos, sinto falta daquele seu sorriso único, aquele, que você sabe que de todos que já vi em minha vida, foi o meu favorito. E por mais que me doa, por mais que eu esteja querendo me libertar desse vazio, por mais impaciente que eu esteja, esse vazio está demorando pra se curar, mas, quem sabe um dia, cure. E mesmo sabendo que eu te perdi (na verdade, tu nunca foi meu), um dia eu vou sorrir por saber que eu tive a oportunidade de te conhecer, te amar, de te querer!

Nenhum comentário:

Postar um comentário