sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Como uma faxina na gaveta

 Ontem a noite eu estava fazendo uma faxina na gaveta, encontrei aquele desenho que você havia feito para mim, deu vontade de chorar, mas meu orgulho venceu. Lembrei de tudo que passamos juntos, é, parece que foi mesmo em vão. Lembrei de todas as nossas risadas, dancinhas, abraços, de quando você me pegava no colo, mesmo eu estando com o maior medo de cair, eu deixava. Lembro de quando passávamos a tarde juntos em sua casa, de quando você colocava os  pés em meu colo. Lembro de quando você me ligava perguntando os assuntos da prova do outro dia, lembro de quando você me via triste, e sorria pra mim, aquele seu sorriso, que só eu sei o quanto me fazia bem. Lembro de quando eu sentia frio, e você me emprestava seu capote, lembro de quando eu mudava alguma coisa em meu cabelo, achava feio, mas você sempre dizia que eu era linda de qualquer jeito.
 Aposto que nem de mim você lembra, quanto mais de todas essas memórias idiotas que insistem em permanecer aqui dentro. Eu fui apenas mais uma em sua vida, você me tirou da sua vida, como tiramos alguma coisa quando fazer faxina na gaveta. 

Um comentário:

  1. Flooor, teu blog é muito lindo *-* amei seus textos!!! parabéns

    ResponderExcluir