quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Amor, me faça feliz


Me faz feliz, Amor. Quando você me ver, venha correndo a minha direção, fala que sempre me amou, só que nunca teve coragem o suficiente para me dizer. Vá comigo de mãos dadas até minha sala, me abrace, me dê um beijo na testa,e vá até a sua sala, interrompa minha aula de Inglês, me peça em namoro, eu aceito, você me dá um selinho e saímos de mãos dadas pelo corredor, lanchamos juntos, no meio daquela aula chata de História, eu iria abrir minha mochila para ver quantos minutos faltam para acabar aquela aula, e então, vai haver um torpedo teu dizendo que me ama, eu vou responder, e ficar com um sorriso bobo no rosto até o final de aula.
Finalmente a aula acaba. Você vai estar me esperando na porta. Me peça para vir para casa comigo, eu deixo. Vamos vir o caminho inteiro abraçados. Quando nós dois chegarmos em casa, eu improviso um almoço, vai estar ruim, mas você me diz que está bom apenas para me agradar. Eu vou lavar louça, e enquanto eu estiver lavando louça, e distraída cantarolando a nossa música, você vai chegar em silêncio, e roubar um beijo meu, eu vou sorrir para você, e te abraçar fortemente.
Depois vamos assistir meu filme favorito, e nos créditos finais do filme, nós dois nos beijamos. Quando anoitecer, eu vou tomar banho, trocar de roupa, e sair com você para comer pizza, minha roupa estará simples, mas você vai dizer que está linda para arrancar mais um sorriso meu. Voltaremos da pizzaria, e vamos até o fundo de minha casa, olhar para o céu, e abraçados, contar estrelas, a hora de dormir chegaria, e você irá me emprestar sua camisa, que cairá perfeitamente em mim, nós dois iriamos dormir abraçados ( não estou me referindo à sexo), eu vou pegar no sono ouvindo sua respiração, e você, brincando com os meus cabelos... E então vamos acordar, meus pés vão estar sobre os seus, e assim iria começar mais um dia, repetindo tudo de novo...

3 comentários:

  1. Você feia??? vc não sabe o que fala.Linda.

    ResponderExcluir
  2. Lindo, Bruna!! Acho que seus bons leitores captaram que você escreve mais do que romantismo e erotismo abobalhado. Mesmo esclarecido no texto, eu já achava que suas palavras eram de ternura. Sempre admiro isso nos seus textos. Consegue falar de uma ternura que nos toca e convida a ficar mais um pouquinho. Bem e aqui estou eu comentando mais uma vez. Deve ser por isso né? rsrsrs

    ResponderExcluir