sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Dez segundos


Já faz tempo que estou gostando de você, não quero que pense que é de hoje, apenas ainda não te contei por medo - ou certeza de que este sentimento não é correspondido. Eu já era apaixonada por você mesmo antes de te ver sorrir, e hoje, quando te vi sorrir pela primeira vez me apaixonou mais ainda, e pode ter certeza que se eu te olhar cem vezes, me apaixono cem vezes a mais por você. Sou tão fã da tua voz, você não sabe o quanto, sua voz deveria tocar no rádio, assim como a nossa música toca.
E hoje a noite me bateu uma saudade de ouvir tua voz, e então, disco teu número no meu celular, teu número que fora discado milhares de vezes, mas meu coração disparava e eu cancelava a ligação antes de você atender.
Mas pela primeira vez, algo me disse "Liga para ele, menina, vai te fazer um bem danado...", e então eu ligo, chama duas vezes e cai na caixa postal, e na terceira, tu me atendes, com a voz mais linda que já ouvi em toda minha vida, eu te cumprimento, tu me cumprimentas, pergunto se estou mesmo falando com você, tu afirmas, eu falo que liguei apenas pra ouvir a tua voz, tu não ouve, me manda repetir, meu coração acelera, eu resolvo desligar, para ninguém me ouvir, uma lágrima escorre em meus olhos, mas, dessa vez de felicidade, então resolvo olhar quanto tempo durou nossa conversa, e então vejo, foram dez segundos, e eu falo em um tom de felicidade:
- Esses foram os melhores segundos de toda a minha vida!

( Desculpa ficar tanto tempo sem postar, é que estava sem tempo, e sem inspiração, juro que tentei escrever milhares de vezes, mas não saia nada que me agradasse. Beijo.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário